Muitas pessoas têm visto os concursos na terceira idade como possibilidade de voltar ao mercado de trabalho, mudar de carreira ou, até mesmo, para complementar a renda da aposentadoria.

Uma das explicações da procura dos que estão acima dos 60 anos para esse tipo de emprego, deve-se ao fato de o serviço público ser democrático, oferecendo chances iguais de aprovação, independentemente da idade que tenham os candidatos.

No entanto, vale lembrar que não basta se inscrever em um concurso público, fazer a prova e esperar a “mágica” da aprovação acontecer. Há um caminho de estudos, tomada de decisões e dedicação para que o ideal seja alcançado.

Com base nisso, preparamos este post com 5 dicas para ajudar na aprovação em concursos na terceira idade. Confira!

1. Não ligue para preconceitos referentes à idade ou capacidade de competição

Infelizmente muitos estudantes na terceira idade ouvem de seus conhecidos — e até mesmo de seus familiares —, frases desmotivadoras em relação ao retorno de sua carreira profissional. Ouvem dizer que é bobagem ou perda de tempo querer tentar uma vaga na carreira pública, por não terem chances de competir com os mais jovens.

Deve-se ignorar completamente palavras de preconceito, pois a idade carrega com ela a experiência, maturidade e paciência que são fundamentais para alcançar os objetivos em passar em um concurso público.

Outro fator que deve ser levado em conta é que, diferentemente do emprego privado, no setor público, no caso de empate para uma disputa de vaga, o candidato mais velho é selecionado. Sabendo disso, aumentam as expectativas de ser um funcionário público.

2. Dedique-se aos planos de estudos ou cursos preparatórios

Muitos, perto da terceira idade, não têm esperança de uma aposentadoria digna, porém, ao mesmo tempo, não se sentem capazes de aprender algo novo. Pensam que por estarem por muito tempo fora dos bancos escolares (ou similar) não conseguirão aprender. Essa ideia equivocada deve ser desfeita por meio de planos de estudo e disciplina.

Procurar trocar experiências com outros concurseiros mais jovens é uma forma interessante de elucidar as dúvidas e anseios relacionados às questões das provas. Encontrar cursos preparatórios repletos de alunos com 60 anos ou mais, já é uma realidade.

Muitos optam por estudar nesses locais, pois podem praticar diferentes exercícios e simulados, além de tirarem todas as dúvidas por intermédio de professores especializados em concursos públicos. Outros ainda preferem o estudo sozinho em casa como meio de aprimoramento dos conhecimentos.

3. Atualize-se sobre a área de atuação profissional

Para qualquer concurseiro é importante se manter atualizado: busque conhecimentos sobre as mudanças, reformulações de conceitos que surgiram na profissão que desejam atuar na carreira pública e principalmente garantir que tem o conhecimento quanto ao avanço tecnológico.

Como o mercado de trabalho vive em constantes mudanças, é importante que o candidato ao concurso público participe de palestras e faça cursos de capacitação para adquirir mais conhecimentos que serão muito úteis para o dia da prova.

Além disso, em muitos concursos, após a convocação dos aprovados, existem a chamada “prova de títulos”. Nela, os candidatos devem apresentar comprovantes de participação de cursos relacionados ao cargo, acrescentando pontos na classificação geral do candidato para alcançar uma vaga preterida.

No entanto, vale ressaltar que nem todos os concursos pedem esse tipo de complemento à classificação final. Para saber melhor sobre as regras do concurso, é preciso ler com atenção a todos os detalhes descritos no edital.

4. Escolha a área que deseja seguir no serviço público

O idoso deve, antes mesmo de se inscrever no concurso, refletir sobre quais carreiras públicas têm mais qualificações para exercer. Escolher uma carreira que traga satisfação e felicidade ao realizá-la, é um grande passo em busca do emprego que vai gerar estabilidade financeira.

Se o desejo é dar prosseguimento à profissão que já exercia antes da terceira idade, tudo bem! Caso esteja disposto a pensar em novas possibilidades, pode buscar informações sobre novas carreiras, pesquisando pela internet ou por meio das opiniões de amigos, por exemplo.

A escolha não deve ser feita acreditando que não se é capaz de realizar uma outra função por pensar que somente alguém mais jovem pode exercer ou conseguir a aprovação. Muito pelo contrário, como já mencionado, em geral, todos os concurseiros podem competir pelas vagas de forma igualitária, com exceção de algumas áreas bem específicas, que falaremos em seguida.

5. Veja os tipos de concursos mais adequados na terceira idade

Estudar com empenho e lutar em busca do objetivo, estando dentro dos requisitos do edital, certamente removerá os empecilhos para que o idoso possa concorrer a uma vaga pública.

No entanto, é preciso tomar cuidado com algumas regrinhas que se aplicam aos concursos na terceira idade:

  • o idoso só poderá assumir ao cargo público até ter atingido a idade de 70 anos;

  • a partir dos 70 anos, atuando como concursado antes dessa idade, a aposentadoria é compulsória, ou seja, é obrigatório a retirada do serviço para se aposentar.

É preciso mencionar também que em alguns casos pode haver restrições de idade devido às funções exigidas no cargo, como ter uma boa preparação física para os ofícios de policiais militares, rodoviários e federais, por exemplo.

Outro exemplo de profissão não adequada aos aposentados são as carreiras, como algumas da Petrobrás, em que os concursados devem ficar embarcados por longo tempo.

Por outro lado, as carreiras mais indicadas para os que estão na faixa etária acima dos 60 anos são as vagas para o Magistério, fiscal do Ministério do Trabalho, auditor da Receita Federal, as áreas judiciárias e administrativas, como técnicos e analistas.

Lembrando a todos os idosos, aqueles que estão na fase da “melhor idade”, que devem sempre continuar em seus objetivos de estudar até conseguir o emprego público. Assim como para o jovem, o concurso na terceira idade tem também seus percalços que devem ser superados.

Agora que você já conferiu algumas dicas para passar em concursos na terceira idade, continue acompanhando mais dicas e assuntos diversos relacionados ao mundo daqueles que buscam o tão almejado serviço público.

Estamos sempre preparando assuntos e temas importantes que certamente serão de grande ajuda para vida do concurseiro de todas as idades. Então, para saber mais nos siga no Facebook, no LinkedIn, no Youtube e no Instagram. Até a próxima!