Além da grande quantidade de materiais para estudar e o distanciamento de uma vida social ativa, quem tem uma rotina dedicada a concursos sabe que existe um fator que pesa bastante: a pressão familiar nos estudos.

O estilo de vida que escolhemos afeta direta ou indiretamente aqueles que estão ao nosso redor e a família é o principal núcleo que pode sentir as mudanças. Mesmo com o desejo de ajudar e o sentimento de preocupação, é comum que os familiares não lidem bem com mudanças drásticas e acabem se tornando mais uma pressão na vida dos estudantes.

Sabemos que não é fácil se manter sempre “blindado” a isso. Mas existem ações que podem tornar tudo mais tranquilo e permitir que você dê continuidade à sua preparação. Neste artigo, você conhecerá algumas dessas atitudes. Confira!

Não alimente conflitos

Relembrar discussões e “bater boca” são atitudes que apenas levarão a mais estresse e desequilíbrio entre você e os seus familiares. Encarar comentários negativos vindos da família como uma mistura de saudade e insegurança pode ser a melhor opção para evitar brigas e se manter em paz para seguir o seu plano de estudo.

Tenha em mente que a pressão familiar nos estudos é uma vontade de que tudo volte ao “normal”. Isso porque a dedicação aos estudos exige tempo, o que faz com que você deixe de fazer, com a mesma frequência, outras coisas além de estudar, como compartilhar momentos com a família.

Infelizmente, é comum que aconteçam certas cobranças, muitas vezes indiscretas, do tipo: “Mas você não trabalha, só estuda”, “Você não vai estudar no sábado?” e “Deveria estar estudando!”. Essa é, provavelmente, a única maneira que eles encontram de demonstrar cuidado, já que possivelmente não têm um panorama da sua rotina. É o que abordaremos a seguir.

Mostre o seu planejamento

Parte da pressão familiar nos estudos pode ser evitada ao deixar os seus familiares por dentro da sua rotina e dos seus objetivos. Muitas das reclamações podem surgir do desconhecimento a respeito dos seus horários de descanso, metas diárias de estudo e o curso desejado por você, por exemplo.

Quais são os pais que não desejam que os seus filhos tenham estabilidade financeira e emocional? É fundamental demonstrar como todo o seu atual esforço será convertido em benefícios no futuro próximo. 

Uma ótima maneira de fazer isso é mostrando exemplos de pessoas que trilharam os mesmos percursos que você e atualmente estão satisfeitas com os seus cargos (pode ser desde algum parente ou amigo, até pessoas famosas). Assim, você manterá os seus familiares mais tranquilizados e evitará pressões.

Além disso, procure ponderar os conselhos que ouvir, mesmo que pareçam óbvios demais para você. Ao compartilhar experiências e técnicas próprias, pode parecer que seus familiares desejam lhe ensinar a andar novamente, mas essa é apenas uma maneira de se integrar à sua vida. 

Seja sincero com os seus familiares

Deixe claro o quão importante é o apoio deles durante a sua fase de estudos. Compartilhar as suas necessidades, por exemplo, permitirá que eles se movimentem para procurar ajudar, ao invés de criticar.

Tem dúvidas sobre o quanto isso é essencial para o seu equilíbrio emocional? Problemas como ansiedade são desencadeados devido à alta pressão dos amigos e, principalmente, da família. Em caso de não aprovação em um concurso, por exemplo, é importante ter seus familiares ao seu lado para dar todo o apoio necessário e evitar que problemas psicológicos mais sérios sejam desenvolvidos.

Além disso, mantê-los atualizados por meio de conversas sinceras evitará que se criem justificativas para novas discussões. Até que você consiga explicar por que omitiu algum detalhe da sua vida, mais e mais comentários negativos podem surgir e tornar o clima pesado. Por isso, esteja de peito aberto para saber ouvir o que eles têm a lhe dizer e, a partir daí, demonstrar o seu ponto de vista.

Separe um tempo para se dedicar à família

“Você se esqueceu de que tem uma família?”. Quem tem uma rotina intensa de estudo certamente já escutou comentários desse tipo. Isso mostra que, ao mesmo tempo em que exigem mais e mais estudos, os familiares também querem saber se eles têm espaço entre os seus livros e exercícios.

A boa notícia é que sair desse “limbo” é bem fácil, basta dedicar parte do seu tempo livre para curtir momentos com a sua família, mostrar que ela tem valor para você. Procure convidá-la para eventos em que todos estejam reunidos, faça contato com frequência para conversar sobre algum assunto, entre outras ações típicas do seu núcleo familiar.

Mas lembre-se de que tudo isso não deve atropelar o seu plano de estudo. Dividindo bem os seus horários, é possível amenizar a pressão familiar nos estudos e dar continuidade à sua preparação.

Dedique-se aos seus objetivos

Colocando em prática as ações acima, resta a você se dedicar com afinco aos seus objetivos. Essa será uma maneira de demonstrar aos seus familiares que você está realmente empenhado, o que os levará a entender a sua atual rotina e deixar que você obtenha sucesso sem passar por grandes estresses. 

Mantenha-se sempre motivado, relembrando-se no que todo o seu esforço resultará e compartilhando as pequenas vitórias do dia a dia com a sua família. Momentos difíceis chegam na vida de todos, por isso, somar forças é fundamental para que você não desista.

Por mais que a situação pareça caótica, mantenha-se focado nos seus sonhos e lembre-se de que tudo é passageiro. Essas certamente não são atitudes fáceis, mas evitarão que você coloque tudo a perder.

A pressão familiar nos estudos é uma realidade complicada, mas com muita calma e foco em seus objetivos você pode lidar com essa situação da melhor maneira possível. Comece desde já a colocar em prática as nossas dicas para manter o seu equilíbrio mental, tão fundamental para o sucesso da sua preparação!

Gostou das nossas dicas? Então conheça nosso site e nos siga nas redes sociais para acompanhar nossas novidades e outros conteúdos úteis para a sua rotina de estudo. Estamos no Facebook, InstagramYouTube e LinkedIn