Concurso IBAMA: MPF sugere autorização para concurso em 30 dias

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou ao Ministério da Economia o pedido para o concurso IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). A estimativa é a abertura de 2.054 vagas para os níveis médio e superior. O MPF recomendou a que a autorização saia em até no máximo 30 dias, ou seja, até o início do mês de outubro.

As oportunidades em análise são para as carreiras de técnico administrativo, analista administrativo e analista ambiental. Para concorrer aos cargos de analista ambiental e analista administrativo deve-se ter nível superior completo, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com apenas ensino médio.

Atualmente, as remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458. 

Comece AGORA os seus estudos para o Concurso do IBAMA. Clique Aqui!

Pedido anterior

No pedido atual, o requerimento para concurso do IBAMA creceu em 166 oportunidades em relação ao anterior, que pediu 1.888 vagas. Comparando os pedidos, o analista administrativo saltou de 297 para 313 vagas, para analista ambiental subiu de 832 para 894 ofertas e o técnico administrativo, de 759 para 847 vagas.

Defasagem de pessoal

No levantamento feito em agosto de 2018, houve um déficit de 3.640 vagas entre o seu quadro de pessoal e os do Instituto Chico Mendes e Ministério do Meio Ambiente. Destas vagas, 1.762 são para o ensino médio, enquanto as outras 1.888 destinam-se a cargos para formação superior completa.

Últimos editais de analista do concurso Ibama

O concurso anterior para analista ambiental do IBAMA foi aberto em 2012, com 108 vagas, sendo 45 na área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 em licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 em monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 em gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.

Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.

Júlio Raizer

Júlio Raizer é Professor há 17 anos. Historiador, Sociólogo e Mestre em Educação. Autor de 8 livros. Membro do MENSA Brasil desde 2010. Palestrante e Consultor de Relações Humanas. 

Carregando...