Concurso da PF: inscrições serão reabertas. Entenda!

Em audiência de conciliação ocorrida nesta quarta-feira (24), o Ministério Público Federal (MPF) firmou um acordo judicial com a União para que o edital do concurso da Polícia Federal seja reaberto por mais três dias. Neste período, apenas pessoas com deficiência poderão se inscrever sem a exigência de laudo de equipe multiprofissional.

Em ata da audiência, ficou acordado os seguintes itens:

Tendo como premissa as dificuldades sociais e do sistema de saúde decorrentes do período de pandemia, a União, destacando a necessidade de obtenção das autorizações administrativas no âmbito da Advocacia-Geral da União, apresenta proposta de acordo embasada nas seguintes cláusulas:

  • Retificação de cláusulas do edital e reabertura das inscrições para as vagas reservadas às pessoas com deficiência, por meio de publicação de edital, que conferirá o prazo de 03 dias para inscrição;
  • inclusão de cláusula no edital em que se preverá a necessidade de os candidatos pessoas com deficiência apresentarem, no momento da inscrição, apenas laudo médico simples, subscrito por um único médico e emitido nos últimos doze meses;
  • diferimento da apresentação do laudo multidisciplinar para o momento da perícia médica realizada em fase própria do concurso;
  • a proposta de acordo admitirá, inclusive, o saneamento das inscrições que experimentaram prejuízos em virtude da cláusula editalícia que será retificada.

Fique atento!

A Polícia Federal publicará, até, no máximo, 29 de março, uma retificação em seu edital com as alterações. Com isso, deverá ser comunicado o novo prazo de três dias para que as pessoas com deficiência possam fazer suas inscrições. *Na retificação a ser publicada, a apresentação do laudo multidisciplinar será exigida em momento anterior à perícia médica, realizada em fase própria do concurso.

Panorama do Concurso da PF

A Diretora de Gestão de Pessoal, em razão das medidas restritivas adotadas pelos estados e municípios, em decorrência da pandemia de COVID-19, torna público o adiamento da prova objetiva e da prova discursiva, que seriam aplicadas no dia 21 de março de 2021, referentes ao concurso público para o provimento de vagas nos cargos da Polícia Federal.

A seleção irá recrutar 1.500 vagas imediatas para 2021 e previsão de outras 500, no ano seguinte. A realização do certame para provimento dos cargos do quadro de pessoal da corporação ficará distribuída da seguinte forma:

Cargos Vagas
Delegado de Polícia Federal 123
Escrivão de Polícia Federal 400
Agente de Polícia Federal 893
Papiloscopista de Polícia Federal 84
Total 1500

Todos os cargos exigem formação de Nível Superior, em qualquer área, com exceção do cargo de delegado, que requer graduados em Direito, com experiência jurídica ou policial de três anos.

Como serão as provas objetivas e discursivas?

As provas objetivas, que caracterizam a primeira etapa de avaliações, serão realizadas, de acordo com o adiamento, no dia 23 de maio de 2021, em locais e horários que serão divulgados pelo Diário Oficial da União e no site da banca organizadora.

As provas do edital PF 2021, de caráter eliminatório e classificatório, terão 120,00 itens do tipo “certo ou errado”. Vale lembrar que, uma questão errada anula uma certa, ou seja, itens marcados em desacordo com o gabarito oficial contam como 1 ponto negativo.

É importante ressaltar que em relação as provas, somente foram adiadas, não houve o cancelamento do concurso, possibilitando aos candidatos um maior tempo para se prepararem para o certame.

 

MELHOR CURSO RETA FINAL PF 2021. Veja aqui!

Queremos que você tenha maior chance de aprovação e a estabilidade de um cargo público através de nossos cursos.

Jefferson Henrique

 Siga o instagram @JH.Concursos 
Receba materiais GRÁTIS e notícias de concursos em primeira mão.

Carregando...