Concurso PRF 2018 autorizado, o Ministro Raul Jungmann diz que diretor-geral da PRF pode publicar edital

Saiba tudo sobre o Concurso da PRF 2018

Atenção concurseiros! Temos novidades sobre o concurso PRF 2018. Foi publicado nessa manhã, dia 14 de agosto, pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, no Diário Oficial da União (DOU), a portaria informando que o diretor-geral Polícia Rodoviária Federal (PRF), Renato Dias, pode divulgar o edital do concurso da PRF para provimento de 500 vagas. 

Na portaria Jugmann incumbe Renato Dias de publicar o já autorizado edital da PRF, o que significa que Renato dias pode nos próximos dias publicar a dispensa de licitação, assim oficializando a organizadora do certame e depois publicar o edital do concurso da PRF. A previsão é que o edital seja divulgado ainda este mês.

Saiu a autorização do concurso PRF 2018

Foi publicado nessa manhã, dia 27 de julho, no Diário Oficial da União (DOU) a portaria autorizativa do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um dos concursos da área policial mais esperado de 2018, são 500 vagas com remuneração inicial de R$ 10.357,88, o edital tem o prazo máximo de 180 dias para ser publicado.

O último certame foi realizado em 2013, na época a autorização para a realização do concurso saiu no dia 09 de abril de 2013 e o edital foi publicado no dia 11 de junho de 2013, a banca responsável por aquele certame foi a Cespe/Unb, o edital veio com 1.000 vagas, mas foram 1.500 nomeados, a expectativa é que esse concurso não fuja muita á regra e tenha o seu edital publicado em aproximadamente 90 dias.

 

Baixe agora o e-book “Segredos da PRF” gratuitamente!

O concurso da PRF está prestes a ter o edital publicado e para você estudar de maneira inteligente e produtiva preparamos o e-book com os “SEGREDOS DA PRF”.

São diversas anotações e estatísticas sobre as últimas provas da PRF, com dados fundamentais para você direcionar seus estudos.

GARANTA SEU E-BOOK AGORA!

Prepare-se para o novo Edital PRF…

Outra informação relevante para o candidato que está pensando em se preparar para a prova é que a carreira na PRF nunca foi um sonho tão possível. O Departamento de Polícia Rodoviária Federal conta com um déficit de mais de 3 mil servidores, o que está fazendo com que o patrulhamento das fronteiras e muitas outras atividades prestadas pela entidade sejam severamente prejudicadas.

Tanto é assim que o Tribunal de Contas da União já até se manifestou sobre o assunto, sustentando a tese de que a PRF precisa de um concurso urgentemente. Além do enorme déficit no efetivo, são esperadas mais 3 mil aposentadorias até o ano que vem. Com isso tudo, a expectativa é que o DPRF convoque um número de candidatos ainda maior do que o previsto no edital. Por isso, o momento ideal para começar carreira na PRF é agora!

 

Confira nesse vídeo a visita que a nossa Turma de Elite recebeu do PRF Huanderson. Um motivacional a mais para os alunos do presencial e agora para você de casa!

 

Da banca Organizadora – concurso PRF 2018

A expectativa é que o concurso seja mais uma vez organizado pela Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Desde 2002, com exceção de 2009, os editais foram divulgados pela empresa, que tem a característica de anular uma questão em caso de erro, exigindo do candidato certeza no momento de marcar um item, sob pena de penalização por “chute”.

Das vagas e Remuneração

O novo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, autorizou 500 vagas para novos agentes na Polícia Rodoviária Federal

“Sobre a necessidade e urgência de reforçar recursos humanos, especialmente nas duas corporações, estamos autorizados a fazer concursos com 500 vagas para agente da PF e 500 para agente da PRF”, disse Jungmann

A remuneração de um servidor público é composta por várias parcelas. No caso dos policiais rodoviários federais, a lista de benefícios não é pequena: auxílio-transporte; auxílio-alimentação; licença prêmio por assiduidade; gratificação por desgaste físico e mental; adicional por tempo de serviço; gratificação por atividade de risco; gratificação por operações especiais; auxílio natalidade e pré-escolar; assistência à saúde e afastamento para casamento.

O salário inicial para o cargo de policial rodoviário federal é de R$ 9.501,98. Entretanto, o plano de carreira da categoria estipula que os profissionais devem receber progressões e reajustes anuais. Para falar em média salarial, no entanto, é preciso levar em consideração o fato de que o salário que um policial recebe perto de se aposentar é de cerca de R$ 16.552. Isso faz com que a média na carreira seja de aproximadamente 13 mil reais.

QUAL A CARGA HORÁRIA DE TRABALHO?

Os policiais rodoviários federais têm uma carga de 40 horas semanais de trabalho. Os profissionais que atuam de segunda a sexta tendem a trabalhar 8 horas por dia, respeitando um intervalo para o almoço e para o café.

Os policiais que trabalham nos fins de semana também estão submetidos à mesma carga horária de 40 horas semanais, distribuídas pelos dias de sua escala. Assim, o policial poderá fazer um plantão de 24 horas e trabalhar outros três dias na semana ou trabalhar cinco dias por 8 horas folgando duas vezes nos dias de semana. Não podemos nos esquecer, é claro, que o agente da Polícia Rodoviária Federal também pode contar com um período de 30 dias de férias todos os anos.

Em conclusão, é importante destacar que o concurso para a PRF é uma ótima oportunidade para quem tem vocação para a carreira policial. Além da remuneração, o profissional é respeitado, tem um plano de carreira, oportunidade de conhecer os vários cantos do Brasil, além de ter a chance de crescer dentro da corporação

QUAIS SÃO OS REQUISITOS PARA O CARGO?

O interessado na carreira de agente da PRF deve ter entre 18 e 65 anos na data da posse. Além disso, deve ter ensino superior completo, com diploma emitido por Instituição de Ensino cadastrada no MEC.

O candidato deve, ainda, ter carteira nacional de habilitação “B” ou superior, estar quites com as obrigações militares e eleitorais e, por fim, comprovar ter aptidão física e mental para o exercício das funções policiais.

Necessidade de um novo Concurso PRF

As 3.600 aposentadorias previstas na  PRF representam uma das principais preocupações de servidores, como disse o presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Pedro da Silva Cavalcanti. E essas aposentadorias deverão acelerar uma eventual autorização do concurso PRF 2018. Além das aposentadorias, já há déficit de 2.500 policiais na corporação.

Inicie sua preparação imediatamente. Não espere o edital abrir para você começar a estudar. Saia na frente e antecipe seus estudos. “É melhor dar passos pequenos do que ficar parado esperando a hora certa para começar”.

Curso geral Focus Concurso

Atribuições do Policial PRF

Antes de qualquer outra coisa é preciso esclarecer que, além do corpo de policiais que exerce a atividade-fim da instituição, existe também a área administrativa. O agente administrativo não faz parte da carreira de patrulheiro rodoviário e sua função é oferecer apoio técnico e administrativo aos profissionais que exercem, de fato, a atividade final de policial.

Como já tivemos a oportunidade de destacar, o policial rodoviário federal atua na função de polícia administrativa, também chamada de ostensiva. Assim, podemos dizer que a Polícia Rodoviária Federal tem a função de patrulhar ostensivamente as áreas dentro da sua competência, buscando evitar ou interromper ações criminosas, além de zelar pela segurança das rodovias, fiscalizando o cumprimento das normas de trânsito e promovendo a prática da cidadania no trânsito.

Carreira na PRF

A carreira na Polícia Rodoviária Federal (PRF) chama a atenção de muitos candidatos em todo o território nacional. Por isso, o concurso de ingresso na carreira é considerado um dos mais concorridos do país. Na última prova, por exemplo, foram mais de 250 mil inscritos para 216 vagas.

ESTRUTURA DA POLÍCIA NO BRASIL

Para entendermos melhor o que cada polícia brasileira faz é importante destacar que existem dois tipos de atividade policial. No Brasil, as atividades são divididas em instituições diferentes, como é o caso da polícia militar e da civil.
A função da chamada polícia administrativa é atuar antes que o crime ocorra, tentando inibir a conduta criminosa. A atuação é preventiva, também chamada de ostensiva, já que os seus agentes andam uniformizados e patrulham com as sirenes (luzes) ligadas. Já a atuação da polícia judiciária se dá quando o crime já foi cometido. Ou seja, a sua função é reprimir o crime, investigando todos os fatos e encontrando os culpados para que eles possam ser processados pelo Ministério Público e punidos pela justiça.

No âmbito dos Estados e do Distrito Federal, como já vimos, a polícia administrativa é exercida pelas polícias ou brigadas militares e a polícia judiciária é exercida pela polícia civil. No âmbito federal, a constituição criou a Polícia Federal, que tem uma natureza ambivalente. Assim como a polícia americana, a PF também exerce simultaneamente as duas atividades.

Falando agora mais especificamente da Polícia Rodoviária Federal, podemos dizer que ela é uma polícia administrativa que ainda tem algumas funções especiais. É polícia administrativa porque a sua função não é investigar os fatos criminosos.

Sua função está bem mais ligada à parte operacional de ações conjuntas realizadas com outros órgãos públicos e também ao patrulhamento ostensivo das vias terrestres federais, inibindo a atuação de qualquer um que tenha a intenção de fugir da lei e também interrompendo as ações criminosas que já estiverem em andamento.

A função de polícia judiciária (papel exercido pela Polícia Federal, no âmbito da União), por sua vez, é a repressão ao crime. Em outras palavras, ela atua depois que o crime já aconteceu. Sua função principal é investigar e esclarecer os fatos dentro do inquérito policial, para que o Ministério Público possa processar os acusados e para que eles possam ser punidos pela justiça.

ONDE A PRF PODE ATUAR?

A atuação mais intensa da Polícia Rodoviária Federal se dá nas rodovias federais, conhecidas popularmente como BRs. No entanto, como a PRF também tem a função de proteger os interesses e o patrimônio da União, ela também atua em parceria com outros órgãos, como a Polícia Federal, Receita Federal, Ibama e Ministério Público do Trabalho.

Diante de uma competência tão ampla, o profissional de carreira que atua na Polícia Rodoviária Federal tem a oportunidade de viajar e conhecer o país, já que o órgão tem atuação em todo o território nacional.

Último Concurso PRF

O último concurso realizado pelo órgão acontenceu no ano de 2013 e teve como banca organziadora o Cespe/UnB. Foram mais de 109 mil inscritos concorrendo com as 1.000 vagas ofertadas no edital.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, exame discursivo, teste de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social e análise de títulos. As provas objetivas versaram sobre as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa; 
  • Matemática; 
  • Noções de Direito Constitucional; 
  • Ética no serviço público;
  • Noções de Informática;
  • Noções de Direito Administrativo; 
  • Noções de Direito Penal; 
  • Noções de Direito Processual Penal; 
  • Legislação Especial;
  • Direitos Humanos e Cidadania; 
  • Legislação Relativa ao DPRF; 
  • Física aplicada à Perícia de Acidentes Rodoviários.

E você, ainda está aguardando o edital abrir para iniciar sua preparação? Não faça isso pelo amor de Deus. Esse é um dos concursos públicos mais disputados e exige uma preparação de alto nível do candidato desde a prova objetiva, discursiva, TAF (Teste Aptidão Física) e demais etapas. 

Como tudo nessa vida exige preparação é hora de arregaçar as mangas, caso ainda não tenha feito, e iniciar imediatamente seus estudos. Todos os cargos exigem o nível superior. O cargo de agente da PRF tem uma remuneração de PRF R$ 10.357,88. 

DADOS DO ÚLTIMO CONCURSO

ÓRGÃO: Departamento de Polícia Rodoviária Federal
ESTADO: Nível Federal 
CARGO: Policial Rodoviária Federal
VAGAS: 1.000
STATUS: Edital Autorizado
ESCOLARIDADE: Nível superior
REMUNERAÇÃO: R$ 7.092,91
ÚLTIMA BANCA: CESPE/UNB
ÚLTIMA PROVA: 11/08/2013
FORMATO: Certo ou Errado
Nº DE INSCRIÇÕES: 109.769
Nº DE NOMEADOS: 1.500