Não basta ter um planejamento estruturado de estudo, mas não saber trabalhar bem o seu psicológico. Afinal, os aspectos emocionais interferem na qualidade do aprendizado, além de atrapalhar a produtividade. 

É nesse cenário que surge a importância de controlar a ansiedade — já que ela é uma das principais vilãs dos concurseiros. Mas se enganam aqueles que pensam que tal sentimento pode ser contido somente com medicação.

Pelo contrário: existem algumas dicas simples e eficazes que vão ajudar você a lidar com essa questão, garantindo, assim, melhores resultados no estudo.

Veja as 7 sugestões abaixo e saiba como não sofrer com essa indesejável sensação!

1. Faça exercícios físicos

Praticar atividades físicas é um dos antídotos mais fortes para combater a ansiedade. Não existe uma regra aqui. Vale desde fazer musculação, realizar uma caminhada, jogar uma partida de futebol com os amigos. O importante é sair do sedentarismo e ter uma vida mais saudável. 

O motivo é simples. Ao praticar exercícios, o cérebro aumenta a produção de serotonina. E — adivinhe só — essa substância é responsável por proporcionar a sensação de prazer.

Além do mais, determinadas atividades são capazes de relaxar a mente, o que por si só já é uma grande vantagem. Isso sem falar sobre os benefícios dos exercícios para a saúde de forma geral. 

2. Elimine os pensamentos negativos

Como você bem sabe, tudo possui dois lados, certo? Então, mude a sua perspectiva e comece a encarar o lado bom da vida. Afinal, nutrir pensamentos negativos é a fórmula exata para aumentar a sua aflição e ficar até mesmo estressado. 

Quando uma memória ou ideia ruim surgir em sua mente, tente entender que aquilo não merece sua preocupação. Isto é: não dê tanta importância para assuntos do passado ou para situações que ainda nem aconteceram. Foque no presente e saiba que tudo pode ser resolvido. 

Não se esqueça também de substituir os pensamentos negativos por outros favoráveis, que remetam aos sentimentos bons. 

3. Controle o estresse diário

Com tantos afazeres, não há dúvidas de que a rotina daqueles que estão se preparando para um concurso pode ser estressante, o que contribui com a angústia. 

Mas saiba que é possível, sim, reverter esse cenário. O primeiro passo é separar a vida pessoal da profissional. Ou seja, não deixe fatores externos alterarem o seu humor.

Ao finalizar o expediente, não toque mais em assuntos que dizem respeito ao serviço. Priorize por não deixar aberta nenhuma atividade do trabalho, pois isso provavelmente vai te perturbar. 

Outra forma efetiva de diminuir o estresse e, claro, a ansiedade é apostar em formas alternativas de relaxamento. A acupuntura e os tratamentos com florais, por exemplo, são técnicas simples que podem melhorar a sua vida. 

Que tal também fazer meditação ou ioga? Essas atividades são referência quando o assunto é controlar a mente e corpo, promovendo o equilíbrio emocional. Acha que é só? Saiba que ainda tem mais: essas modalidades combatem o estresse e aumentam a flexibilidade.

4. Escreva sobre as suas preocupações

Colocar no papel os assuntos que te tiram o sono e são causadores de estresse e inquietação é um método eficiente.

Adotando essa estratégia, você consegue identificar com clareza quais devem ser as ações tomadas no dia seguinte, garantindo mais tranquilidade para realizar as demais tarefas. 

O fato de anotar as suas preocupações vai te fazer desenvolver mais concentração e menos apreensão. Você perceberá que aquilo é algo que deve ser realizado em um outro momento, sentindo, assim, mais tranquilidade para estudar para o concurso público

5. Abandone o perfeccionismo

Muitos estudantes acham que o perfeccionismo é uma qualidade. Contudo, em algumas ocasiões, essa característica está mais correlacionada a um defeito. Afinal, quem é perfeccionista tem um trabalho redobrado para realizar atividades comuns. 

Além do mais, pessoas perfeccionistas dificilmente estão satisfeitas e se cobram muito. Não à toa, vivem frustadas e com sentimento de culpa. E esse é o cenário ideal para que surja a ansiedade e até mesmo a depressão.

Portanto, seja mais flexível e não leve a vida tão a sério. Saiba reconhecer os seus limites e aceitar tudo aquilo que ultrapassa o seu controle.  

Claro que você deve sempre buscar pelo melhor, mas sem forçar a barra. Não deixe que a vontade de atingir a perfeição oriente as suas atitudes, pois o final aqui provavelmente será desastroso, chegando até mesmo a te paralisar.

Afinal, quem é perfeccionista não sabe lidar com a possibilidade de cometer erros, preferindo abandonar a ideia do que trabalhar com a hipótese de falhar. 

6. Faça uma contagem regressiva para controlar a ansiedade

Apesar de manter uma rotina equilibrada, marcada por uma dieta saudável, exercícios regulares e boas noites de sono, ainda sim há momentos em que o desespero inexplicável aparece.

Porém, não há motivo para pânico. Pare por um momento e comece a fazer uma contagem regressiva. Por mais simples que pareça, essa é uma técnica eficiente para acalmar os ânimos.

Quer saber por que ela funciona? É fácil de entender. Realizar a contagem regressiva exige certa concentração e, por isso, desvia a atenção daquele pensamento que originou a ânsia. 

Para tornar o método ainda mais efetivo, direcione o olhar para cima durante a contagem, diminuindo assim a pressão arterial e, consequentemente, o ritmo da respiração. Essa estratégia auxilia no processo de relaxamento. 

7. Leia um conteúdo leve

Quando a crise de ansiedade insistir, aposte em um momento exclusivo de leitura. Mas nada muito denso. Pelo contrário: o ideal é ler um conteúdo leve e de puro entretenimento.

Os clássicos gibis, por exemplo, são boas alternativas, podendo ajudar você a eliminar a tensão. Ler notícias curtas, que não apresentam um conteúdo complexo, também é uma opção.

Vale destacar que a leitura, nesse momento, funciona como uma espécie de válvula, mudado o foco do pensamento e evitando, assim, ideias que trazem angústia. 

Fato é que, quando menos se espera, o desassossego pode chegar e gerar um quadro perigoso para o estudante.

Por isso, tenha em mente que é preciso cuidar dessa questão e buscar constantemente estratégias que ajudem você a controlar a ansiedade, como as 7 dicas fornecidas neste post. 

Gostou do conteúdo e acha que ele pode também ser útil para os seus amigos? Então, compartilhe o post nas redes sociais, repassando esses conselhos para outras pessoas que enfrentam o mesmo problema!