Mãe Concurseira – 360º

A vida dos concurseiros, em geral, inclui o compromisso de se dedicar quase diariamente a colocar a cara no livro e focar nos estudos. Para as concurseiras que são mães, o trabalho costuma ser dobrado: é preciso cuidar dos filhos e às vezes elas também fazem sozinhas os afazeres domésticos. Com a atenção dividida, é preciso se virar nos 360 para dar conta de tudo e conseguir a sonhada aprovação.

As mamães de bebês têm a rotina mais puxada porque essa fase depende de maiores cuidados e dá pouco descanso quando o assunto são as horas de sono. Mas com muita força de vontade é possível estudar e ser mãe, é o que acredita nossa colunista Suzana Oliveira, concurseira e mãe de João Miguel, de 1 ano.

01

“Quando resolvi me dedicar ao mundo dos concursos públicos, ainda não era mãe, mas me tornei no meio do percurso, e posso garantir a quem ainda não passou por isso, é muito difícil fazer essa conciliação estudo X filho, hoje o fato dele já ter 1 (um) ano complica mais ainda pois ele cobra mais atenção, então o que me resta é estudar a noite quando ele dorme, e quando o cansaço chega penso no futuro que quero para o meu Miguel, isso contribui bastante.” Diz, Suzana. 

Focus: Suzy, como é sua rotina de estudos? Você tem um horário fixo para isso? Quanto tempo dura?

Suzy:  Tenho um horário fixo as noites, enquanto ele dorme, acontece de alguns dias isso mudar pois as vezes tem alterações no horário do sono, mas tento estudar pelo menos 4 horas diária.

Focus: Como você faz para conciliar esse momento com os cuidados com Miguel?

Suzy:  Para mim é um pouquinho mais complicado, pois Miguel é uma criança especial que precisa de alguns cuidados diferenciados, e como toda mãe coloco ele sempre em primeiro plano, depois vem o estudo.

Focus: Quais são as dificuldades nesse processo?

Suzy: Para mim a maior dificuldade está relacionada ao tempo, pois tento fazer com que ele  sinta o máximo da minha presença no seu dia-a-dia.

Outra dificuldade é lidar todos os dias com o cansaço mental, isso torna a vida da gente muito estressante.

Focus: Para você, por que é importante não desistir? E o que te faz não desistir?

Suzy: A importância de não desistir está mais atrelada na esperança de que um dia vou conseguir, um dos principais motivos que me leva a continuar é pensar no futuro do meu Miguel, hoje tudo que faço coloco ele em primeiro lugar, sempre penso que no futuro a principal referência dele será eu, então estou sempre buscando ser melhor.

Focus: Se você pudesse dar uma dica para outras mães concurseiras, qual seria?

Dicas

  1. Observe a rotina da sua criança e adapte-se, encontrando um horário livre para si em que seja possível estudar. Durante as horas em que ela dorme ou está na escolinha, por exemplo.
  2. A criação de uma criança é um compromisso compartilhado, no qual pai, avós, irmãos e tios ajudam. Se der, tente contar com a ajuda dessas pessoas durante alguns dias para se dedicar melhor.
  3. Quando se sentir desmotivada, crie uma rede de apoio. Converse com pessoas que passam pela mesma situação, como outras mães concurseiras e relate as dificuldades para encontrar alternativas.
  4. Evite pensar no tempo livre que os concorrentes têm. Isso só atrapalha e não te faz chegar onde você sonha. Mantenha o pensamento positivo.
  5. Por mais difícil que pareça, não desista. Lembre-se sempre que todo esse esforço é justamente para dar uma melhor qualidade de vida para sua família.

Feliz dia das mães!

                                                                                                              Jornalista: Hilza Cordeiro

 

As coisas boas da vida não são mais sinônimo de preços altos 😆

 Nosso objetivo é fornecer cursos que caibam nos bolsos de nossos clientes, facilidade de pagamento e muito conteúdo gratuito em nossos diversos canais. Veja aqui!