INSS: Falta de servidores prejudica atendimento e aumenta tempo de espera

saiba tudo sobre o concurso do INSS 2018! Pedido para um novo concurso já foi feito no Ministério do Planejamento.

O INSS aguarda a autorização do concurso, enquanto isso a crescente falta de funcionários prejudica o atendimento à população: a demanda de um segurado pode levar até seis meses para ser atendida.

Este é o prazo médio para grande parte dos segurados do INSS, segundo o diretor da Regional Centro do Sindsprev-RJ, Edilson Busson Mariano, que explica como os segurados devem proceder para ter seus recursos analisados. Segundo ele, primeiro deve ser feito o agendamento da ida ao INSS, por meio do número 135. A espera já começa por aí. Ao chegar à agência, na data marcada, o segurado deve preencher um documento físico de recurso às juntas.

Atualmente existem apenas 136 servidores próprios do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em todo o país, para cuidar do trabalho de 29 Juntas de Recursos, segundo Mariano. “Estão desmontando a Previdência Social e penalizando milhões de segurados. Em novembro de 2016, uma portaria do governo Temer dificultou ainda mais a vida dos segurados ao exigir que todos os recursos passassem a ser digitalizados. Como há cada vez menos servidores do INSS nas agências da Previdência Social, os atrasos são cada vez maiores”, completou.

Curso geral Focus Concurso

Governo é pressionado por novo concurso

O Presidente Michel Temer tem sido duramente criticado por sua postura indiferente ao drama que vivem os contribuintes, que em sua maioria não conseguem atendimento nos postos do INSS. Espera-se que Temer ceda às pressões e autorize o novo concurso, que partem não só do sindicato e da população, mas também do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Defensoria Pública da União (DPU). O INSS conta com um déficit de 16 mil servidores.

Além disso, há a previsão de que, a partir de janeiro de 2019, quase metade dos 32 mil servidores das Fenasps (Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social) já estejam em condições de se aposentar.

Para suprir esse déficit, o INSS já encaminhou ao Ministério do Planejamento um pedido de concurso para 7.888 vagas, sendo 3.984 para Técnico (nível médio, com remuneração de R$5.186,79), para Analista (nível superior, com remuneração de R$7.659,87) e Perito (nível superior em Medicina, com remuneração de R$12.683,79).

Se o atual governo não atender aos apelos do INSS, acredita-se que o próximo governo se encarregará disso em janeiro de 2019. No orçamento da União, foi alocado para 2019 um total de R$411 milhões para a realização de eventuais concursos que o novo presidente julgar necessários.

Não deixe de se preparar com o melhor material didático do Brasil:

 

 

Em reunião com o planejamento a Fenasps cobra novamente concurso para o INSS

Representantes da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) reuniram-se para realizar uma audiência para discutir a abertura de um novo concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Segundo o diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público, Paulo Campolina, o sindicato aponta a necessidade do concurso por conta do déficit de funcionários, e o Planejamento não descartou a autorização do concurso neste ano, mas frisou a necessidade do cumprimento das metas estabelecidas pela Emenda dos Gastos Públicos nº95, o que poderia deixar a seleção para o novo governo.

Curso geral Focus Concurso

Concurso de Remoção era um dos últimos entraves para a publicação de novo Edital!

Saiu a publicação do edital para remoção interna do INSS, pelo qual os servidores atuais do órgão conseguem serem removidos para outras agências. Com a publicação desse edital, tudo indica que está próximo um novo concurso público para o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Concurso INSS é URGENTE!

Entre os mais aguardados deste ano, espera-se que o possível concurso do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) oferte 7.888 vagas, conforme solicitação feita ao Ministério do Planejamento.  O novo concurso INSS e a chamada de excedentes da seleção do Instituto Nacional do Seguro Social de 2015 são desejos do novo presidente do INSS, Edison Garcia. 

Em nota técnica enviada ao Ministério do Planejamento neste mês, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltou a pedir, com urgência, autorização para o aumento do número de vagas no concurso público para recomposição do atual quadro de servidores. A nova nota atualiza os dados da solicitação que já havia sido feita entre outubro do ano passado e março deste ano, ratificando a imediaticidade do provimento de aprovados no concurso do edital de 2015 e pede ainda autorização para um novo concurso.

Confira abaixo a nota técnica do INSS

Em vez de 7.580, o instituto solicita 7.888 vagas ao ministério, para serem preenchidos por meio de novo certame, além da convocação de 2.580 excedentes do concurso vigente.

Conforme a nota, mesmo com os certames realizados em 2011, 2013 e 2015, a recomposição não tem sido proporcional ao número de evasões. Sem conseguir atender à grande demanda do público que busca os benefícios do Seguro Social, o INSS entrou com ação junto ao Ministério Público para obter autorização de aditivo de 50% das vagas ofertadas no concurso público vigente (o de 2015, que tem validade de até dois anos e expira em agosto de 2018).

Das Vagas e Cargos

Do total de oportunidades requeridas pelo órgão ao Ministério do Planejamento, pelo menos 7.580 são para a abertura de novo concurso público em 2018. De acordo com o documento serão ofertadas:

  • Técnico do Seguro Social
    • Vagas: 3.984 Vagas,
    • Escolaridade: Nível médio,
    • Remuneração inicial: R$ 5.344,87.
    • Jornada de Trabalho: 40h semanais
    • Atribuições: O cargo tem missão de realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS, além das atividades comuns mencionadas no edital. 
  • Analista – diversas especialidades
    • Vagas: 1.692 
    • Escolaridade: Nível superior na área
    • Remuneração inicial: R$ 7.954,09.
    • Jornada de Trabalho: 40h semanais
  • Perito Médico
    • Vagas: 2.212 
    • Escolaridade: Nível superior em medicina
    • Remuneração Inicial: R$ 10.616,14.
    • Jornada de Trabalho: 40h semanais
    • Atribuições: O cargo deverá exercer, privativamente, no âmbito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Ministério da Previdência Social (MPS), as atividades Médico-Periciais inerentes ao Regime Geral da Previdência Social de que tratam as leis, em especial a: I – emissão de parecer conclusivo quanto à capacidade laboral para fins previdenciários; II – inspeção de ambientes de trabalho para fins previdenciários; III – caracterização da invalidez para benefícios previdenciários e assistenciais; e IV – execução das demais atividades definidas em regulamento. Os ocupantes do cargo de Perito Médico Previdenciário poderão executar, ainda, nos termos do regulamento, as atividades Médico-Periciais relativas à aplicação da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990;

Não deixe de se preparar com o melhor material didático do Brasil:

 

 

Outro ponto que potencializa ainda mais a abertura do concurso é com relação ao número de aposentadorias que tende a crescer e inviabilizar os serviços da instituição. Além de que, a falta de servidores nas agências da Previdência Social pode levar à paralisação do atendimento em algumas dessas unidades, de acordo com nota técnica elaborada pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Na realidade, já faz algum tempo que as pessoas vêm esperando pela abertura de novos concursos no órgão, já que atualmente em todo o país observa-se uma considerável defasagem de servidores, que acaba comprometendo a qualidade dos serviços prestados à sociedade, que representam uma demanda bem grande.

Conheça a trajetória de sucesso do aluno Renan Locatelli, a maior nota na gerência executiva de Cascavel-PR. Renan é aluno Focus do curso presencial. Assista ao vídeo e entenda como ele atingiu seu objetivo

Último concurso

O concurso anterior teve o resultado final divulgado no dia 20 de junho de 2016. O objetivo do certame era contratar 950 novos profissionais. Do total, 150 oportunidades eram para Analistas e as 800 para Técnico do Seguro Social. A banca organizadora foi o Cespe.

Nesta seleção as oportunidades foram para os estados de: São Paulo, Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Veja a seguir algumas dicas para se dar bem no concurso:

A grande concorrência nos concursos públicos tem trazido um desafio muito grande aos candidatos. Hoje, já não basta apenas estudar por horas: cada segundo também deverá ser muito eficiente.

Para ter mesmo chances de passar, seus estudos para concurso público devem ser otimizados ao máximo possível. Apesar disso, ainda há muitas pessoas estudando da forma errada.

Assim, por mais que estudem de 8 a 12 horas por dia, continuam tendo resultados negativos por causa da baixíssima eficiência. Por outro lado, há quem estude por apenas 4 horas e seja aprovado logo nos primeiros concursos.

Por quê? Provavelmente, o rendimento dos estudos era alto! Então, diante disso, resolvemos fazer um pequeno guia com algumas dicas para garantir sua aprovação no concurso dos seus sonhos. Continue lendo…. Clique e confira aqui!

DADOS DO ÚLTIMO CONCURSO

ÓRGÃO: Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)
ESTADO: Nível Federal 
CARGO: Técnico e Analista do Seguro Social.
STATUS: Expectativa de Edital 
ESCOLARIDADE: Nível Médio e Superior
REMUNERAÇÃO: mais de 7 mil
ÚLTIMA BANCA: CESPE/UNB
FORMATO DA ÚLTIMA PROVA: Certo ou Errado

   

 

Fonte: Folha Dirigida