Entenda o Que é a Aptidão Psicológica Cobrada em Concursos Públicos

Na hora de se preparar para um concurso público, é normal se preocupar com os conteúdos que serão cobrados. Mas sabia que existem outros tipos de testes? Esse é o caso do exame de aptidão psicológica!

Neste artigo você entenderá o que é isso, por que ele é importante e como é possível se preparar para esse momento. Você vai ler:

  • o que é e para que serve o teste de aptidão psicológica?;
  • quais são os tipos de teste de aptidão psicológica?;
  • quais aptidões psicológicas são esperadas dos candidatos?;
  • como se preparar para o exame psicológico cobrado em concurso?

O que é e para que serve o teste de aptidão psicológica?

O teste de aptidão psicológica (TAP) é uma etapa obrigatória para ingressar em diversas carreiras na área da segurança, como Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Federal.

O exame serve para atestar a saúde mental dos candidatos. Como o dia a dia dessas áreas envolve muita pressão, é necessário que os profissionais não tenham transtornos psicológicos ou qualquer desvio que possa comprometer as funções.

Para averiguar a aptidão psicológica, as organizações recorrem a análises técnicas e científicas. Além disso, mesmo depois de contratado, os profissionais podem passar por avaliações periódicas.

Quais são os tipos de teste de aptidão psicológica?

O teste de aptidão psicológica varia de acordo com a instituição que o aplica. Em alguns concursos públicos, existem duas fases, sendo que a primeira é realizada de forma coletiva. Já a segunda etapa ocorre de maneira individual por meio de uma entrevista com um psicólogo.

O exame consiste em avaliar como os candidatos se saem quando estão em situações que envolvem riscos, resoluções de conflitos e armas de fogo.

Dependendo do certame, a aptidão psicológica pode ser cobrada em uma dinâmica em grupo. Para saber a qual tipo de teste irá se submeter, é necessário ler atentamente o edital que, além disso, traz todos os conteúdos que serão cobrados.

Quais aptidões psicológicas são esperadas dos candidatos?

Nos editais dos concursos que cobram aptidão psicológica, é possível ainda encontrar informações sobre o que é esperado dos candidatos. Ou seja, o que é avaliado nesses exames.

Para trabalhar na Polícia Militar, por exemplo, é esperado que os candidatos tenham:

  • capacidade de liderança: potencial para reunir as forças da comunidade e mantendo o equilíbrio entre as ações;
  • resiliência: capacidade de superar desafios e frustrações, aproveitando as vivências para melhorar as atividades;
  • fluência verbal: para se comunicar com clareza , independentemente da situação;
  • flexibilidade moderada: inexistência de rigidez para não comprometer o desempenho da função;
  • bom relacionamento interpessoal: habilidade de perceber o comportamento dos outros e se comunicar de maneira adequada;
  • inteligência: receptividade para incorporar novos conhecimentos.

Por outro lado, os candidatos não podem apresentar descontrole emocional e sinais fóbicos (medo excessivo), pois isso comprometeria as atividades do dia a dia.

Algo semelhante é cobrado no Exame de Aptidão Psicológica (EAP) da Aeronáutica que avalia aspectos de afeto-emoção, relacionamento interpessoal e comunicação. De acordo com informações da FAB, o teste pode ser realizado por avaliações informatizadas, questionários, entrevistas estruturadas, provas situacionais, além de inventários, escalas e/ou testes projetivos.

Como se preparar para o exame psicológico cobrado em concurso?

Apesar de ser importante se preparar para um concurso público, não é possível antever como será o teste psicológico. Até porque, essa avaliação não consiste em algo que foi estudado, mas, sim, em características que o candidato possui ou não.

Mesmo assim, há dois detalhes para prestar atenção. São eles:

  • manter a calma: dormir bem um dia antes e respirar fundo são duas estratégias que podem ajudar a realizar o teste com mais consciência. O nervosismo atrapalha em qualquer situação, e não seria diferente em uma etapa de concurso. Por isso, busque manter a tranquilidade e se atentar ao que é perguntado ou cobrado nessa fase;
  • fingir um personagem. Mentir durante a entrevista não fará você seguir no processo seletivo e poderá até causar a eliminação. Então, em vez de agir como um personagem, seja quem você é, independentemente dos pontos fracos e fortes. As corporações não querem pessoas perfeitas, mas que respeitem ordens, tenham boa comunicação e empatia com os outros.

Agora que você sabe mais sobre o que é aptidão psicológica, que tal começar a se preparar para a sua próxima prova?

No Focus Concursos, você encontra tudo o que precisa para conseguir a tão sonhada vaga na polícia. Conheça os cursos, a metodologia adotada e matricule-se agora mesmo no Focus!

Enviar mensagem
Estamos online!