Você está feliz com o seu salário atual? O rendimento do seu trabalho não está proporcionando os retornos esperados de acordo com a sua capacitação profissional? Hoje vamos explicar as diferenças salariais entre os setores público e privado!

 

Em 2016 a diferença salarial entre funcionários de iniciativas privadas e públicas foi de 63,8%. No entanto, a questão é como existe tamanha desproporção nos valores em funções similares? Essa é a dúvida de muitos profissionais que estão pensando em estudar para um concurso público!

 

Continue a sua leitura neste texto que preparamos especialmente para você e entenda como surgiu essa diferença de salário entre o setor público e privado!

 

Qual é o salário inicial em ambos os setores?

 

Os pisos salariais oscilam em ambos os setores. Os valores podem variar conforme as funções exercidas, jornadas de trabalho e qualificações, em empresas privadas. No caso da aprovação em um concurso público o salário inicial é anunciado no edital e o funcionário recebe gratificações e benefícios dentro da carreira.

 

No caso dos setores privados os salários variam conforme cada contratação. Existe um valor base para cada função, no entanto, o acordo pode ser ajustado conforme a experiência, capacitação e desempenho em vendas, por exemplo, onde o vendedor recebe comissão.

 

Quais são os diferenciais de contratação?

 

Em uma empresa privada o profissional contratado vai ser aquele que apresentar o melhor histórico de trabalho, bons resultados e um currículo completo com graduação, cursos de especialização e até mesmo outros idiomas.

 

São realizadas diversas entrevistas antes de uma empresa privada efetuar a contratação do melhor profissional do processo seletivo. Em algumas instituições já são realizadas provas de desempenho para selecionar os funcionários.  

 

O setor público realiza as suas contratações por meio dos concursos. As provas são realizadas conforme os editais e os candidatos com os melhores desempenhos são contratados pelo município, estado ou Governo Federal.

 

Conforme as funções a serem desempenhadas os concursos públicos podem envolver provas teóricas e físicas, sendo assim, a preparação dos concurseiros precisa ser levada a sério para conquistar uma vaga entre milhares de candidatos.

 

Qual setor oferece mais chances de contratação?

 

Diferente dos setores privados, os concursos públicos oferecem chances iguais para todos os profissionais interessados em algum cargo público. Os deficientes físicos também podem ser funcionários públicos. Essa é uma exigência da Constituição Federal que garante um percentual das vagas de concursos para os interessados em exercer algum cargo e possuem alguma limitação, contanto que não o impeça de desempenhar as funções da vaga.

 

O processo de contratação para uma empresa privada também pode durar meses entre a primeira entrevista e o contrato final. Contudo, durante esse período o candidato apenas avança as etapas. Para conquistar uma vaga no setor público as aprovações podem demorar, no entanto, a preparação inclui estudo, preparo físico e muita força de vontade para alcançar o objetivo. Dessa forma, o concurseiro consegue melhorar os seus conhecimentos e preparar a sua mentalidade para exercer a função que tanto se esforçou para conseguir.

 

Quais são os benefícios entre os setores privados e públicos?

 

Algumas empresas oferecem vantagens aos funcionários como diferenciais na hora da contratação, porém, algumas vezes essas marcas estão apenas cumprindo as leis trabalhistas. Portanto, é sempre importante prestar atenção nesses casos para analisar as propostas de emprego.

 

Setor privado

 

Os benefícios obrigatórios para empresas privadas incluem:

  • Vale transporte: os funcionários não podem gastar mais do que 6% de seus salários com despesas de locomoção entre suas casas e o local de trabalho;
  • Férias remuneradas: ao completar 12 meses com a carteira assinada o empregado tem direito a 30 dias corridos de férias;
  • Décimo terceiro: conhecido como gratificação natalina, ao final do ano os funcionários recebem um salário adicional;
  • FGTS: o benefício corresponde à 8% da remuneração total recebida pelo empregado que só vai ter acesso ao valor em caso de demissão, condições previstas em lei ou na compra de um imóvel;
  • Auxílio-creche: essa ajuda é obrigatória em empresas que possuem mais de 30 funcionários registrados.

 

 

Além desses benefícios as empresas privadas também podem oferecer vale alimentação, assistência médica com planos de saúde, bolsas de estudo, planos odontológicos, etc. Esses auxílios ajudam a melhorar a qualidade do trabalho dos funcionários e ainda incentivam o desempenho dos empregados.

 

Setor público

 

Embora algumas empresas privadas tenham começado a implantar um sistema de vantagens mais completo aos seus empregados, os funcionários públicos contam com benefícios diferenciados em seus cargos.

  • Estabilidade: um servidor público só pode ser exonerado de seu cargo em caso de justa causa, portanto, é muito difícil você encontrar algum concursado que perdeu o emprego;
  • Remuneração acima da média privada: os salários dos cargos públicos costumam ser mais altos dos que os valores oferecidos em empresas privadas, em especial nos cargos estaduais e federais;
  • Jornada de trabalho flexível: em alguns casos a carga-horária dos empregos públicos pode ser de 6 horas diárias;
  • Aposentadoria integral: os funcionários públicos aposentados têm o direito, por lei, de continuar recebendo o mesmo valor de seus salários.  

 

Com benefícios mais atraentes e a possibilidade de planejar um futuro com estabilidade e segurança, muitos profissionais estão colocando como prioridade a aprovação em concursos públicos. A concorrência em alguns setores pode assustar quem não enfrentou os mesmos números no temido vestibular, contudo uma boa preparação com antecedência é o suficiente para garantir a oportunidade de uma vida profissional estável e vantajosa.

 

Empresa privada ou servidor público, qual escolher?

 

Um dos principais motivos pelos quais a diferença entre os valores pagos por ambos os setores é tão grande é a possibilidade de uma companhia do setor privado conseguir demitir um funcionário de longa data, que está trazendo gastos com salários altos e contratar um novo profissional, com menos benefícios.

 

Sendo assim, se você está procurando uma oportunidade para conquistar um trabalho estável, com carga horária flexível, facilidade para planejar um futuro seguro e com uma boa aposentadoria o melhor caminho é a aprovação em algum concurso público.

 

Agora que você conhece a diferença de salário entre o setor público e privado, que tal começar a procurar os melhores concursos conforme a sua área de interesse? Acompanhe os editais liberados e comece a sua preparação!