Para muitas pessoas, a palavra “rotina” é sinônimo de monotonia, chatice ou, ainda, falta de liberdade. No entanto, para quem deseja passar em um concurso público, ela é extremamente necessária. Muitas vezes, criar uma rotina de concurseiro é o grande diferencial entre ser aprovado ou não.

No entanto, tão importante quanto reconhecer o valor da rotina, é saber moldá-la de forma eficiente às suas tarefas diárias e ao seu ritmo de estudos. Para ter sucesso, o concurseiro deve colocar em prática regras e métodos que vão ajudá-lo a consumir toda a matéria ou, pelo menos, grande parte dela.

Gostaria de saber como criar uma rotina de estudos para concurso eficaz e produtiva? Continue a leitura!

Faça um cronograma

Rotina é o hábito de fazer algo sempre do mesmo modo. O lado positivo disso é que o nosso cérebro se acostuma a essa repetição de ações e logo a reconhece como uma parte natural do dia. Para que isso aconteça, é preciso se organizar, ou seja, fazer um cronograma.

O primeiro passo é identificar quanto tempo você tem disponível para os estudos e em que horários específicos será possível se dedicar a eles. Comece fazendo uma planilha das suas atividades diárias: você se dedica exclusivamente a estudar para concursos ou também trabalha? Quais são seus horários de trabalho? O que mais você precisa fazer durante o dia?

Se o seu foco é unicamente estudar, procure encarar essa rotina como um emprego, estudando de 6 a 8 horas por dia. Agora, se você trabalha, utilize o máximo possível do seu tempo livre para estudar. Por exemplo, se seu horário de trabalho é das 8h às 18h, estude todos os dias das 19h às 22h. 

É importante estudar sempre no mesmo horário. Por isso, considere, também, as suas preferências pessoais. Algumas pessoas estudam bem à noite, outras “rendem” mais de manhã e optam por acordar mais cedo e fazer uma sessão de estudos antes do trabalho. Veja o que se encaixa melhor no seu dia a dia e no seu perfil de estudante.

Unifique assuntos e matérias

Depois de estipular os horários, é o momento de ordenar os assuntos e matérias que precisam ser estudados. Elabore uma planilha mensal (ou semestral, dependendo de quanto tempo falta para o concurso que você deseja prestar) descrevendo o conteúdo do certame.

Destaque aqueles temas que você tem mais dificuldade ou pouca familiaridade. Em seguida, encaixe os assuntos no seu cronograma, criando uma sequência de matérias que tenham alguma relação entre si. Dessa maneira, é possível unificar alguns tópicos para otimizar as leituras e pesquisas.

Faça isso com todo o conteúdo programático do concurso, dividindo as matérias no seu cronograma do primeiro dia de estudo até o dia da prova. Não se esqueça de dedicar um tempo maior aos temas mais difíceis.

Estipule pausas

Tão importante quanto respeitar o cronograma é definir momentos de pausa. Estudar é uma atividade cansativa e o nosso cérebro precisa de um tempo para se recuperar e absorver melhor o conteúdo.

Nesse sentido, programar intervalos entre as sessões de estudo é fundamental para aumentar o rendimento. Uma dica é utilizar o Método Pomodoro para otimizar o gerenciamento do seu tempo e, ao mesmo tempo, inserir as necessárias pausas.

Defina um local de estudos

Outro ponto importante para criar uma rotina de concurseiro eficiente é definir o local de estudos. Estudar em casa pode ser complicado para algumas pessoas, por não conseguirem resistir às distrações ou lidar com o barulho, por exemplo. Nesses casos, uma solução pode ser fazer um cursinho presencial ou procurar uma biblioteca.

Já para quem consegue se concentrar melhor no ambiente residencial, investir em videoaulas pode ser uma solução bem interessante. Muitos cursos online facilitam a comunicação com os demais estudantes, além da praticidade de ter acesso a todo o conteúdo sem sair de casa. Esses cursos também costumam ter preços mais acessíveis.

Mantenha sempre o foco

Antes de iniciar a sua sessão de estudos, certifique-se de eliminar todas as distrações possíveis que possam atrapalhar a sua concentração. Desligue o celular, bloqueie o seu acesso a sites como Facebook e Netflix, informe aos seus familiares que você vai estudar e feche a porta do cômodo em que estiver.

Lembre-se de estudar sempre no mesmo local para ajudar o seu cérebro a reconhecer o ambiente como um lugar de foco e concentração. Nesse sentido, é importante, também, manter a área de estudos organizada.

Alimente-se bem

Utilizar a alimentação a seu favor é uma dica valiosa, principalmente se você tem uma rotina que combina estudos e trabalho. Antes de começar a estudar, é importante se alimentar bem. Isso quer dizer, basicamente, não comer muito e ingerir alimentos que vão potencializar o funcionamento do seu cérebro.

Prefira comer frutas e alimentos ricos em fibras. Assim, você se sentirá saciado por mais tempo e terá energia durante toda a sessão. Evite carboidratos e doces em geral, pois o pico de energia que eles fornecem é seguido por uma queda brusca que pode prejudicar o seu desempenho. Além disso, tenha uma garrafa de água sempre à mão.

Estude fazendo resumos e depois revise-os

Uma boa dica para otimizar os estudos é fazer anotações úteis, como pequenos resumos, esquemas e mapas mentais. Além de ser um exercício importante para fixar o conteúdo na mente, esse material será imprescindível na hora de fazer revisões.

Revisar é uma atividade essencial ao estudar para um concurso. Fazer boas anotações torna esse processo mais ágil e produtivo. Por isso, seja criterioso e faça seus resumos já pensando na hora de refrescar o conteúdo na mente.

Além disso, pratique o que estudou resolvendo questões de provas anteriores ou fazendo simulados. Faça isso ao menos uma vez por semana para se certificar de que assimilou a matéria e treinar o seu tempo de resolução de prova.

Estudar exige disciplina e determinação. Por isso, criar uma rotina de concurseiro e segui-la é essencial para garantir que você estará preparado quando chegar a hora do concurso. Lembre-se de adequar a atividade ao seu dia a dia e procurar pelo melhor conteúdo disponível. Curso online, por exemplo, é uma ferramenta acessível e versátil.

Este artigo foi útil para você? Então, aproveite para assinar as notificações da nossa página de materiais gratuitos, onde são divulgadas nossas revisões de véspera, e que tal compartilhar este artigo nas suas redes sociais para que seus amigos também possam se beneficiar dessas dicas?